Após promessa de ajuda, jovem baiana suspende leilão da virgindade

    119

    Rebeca Bernardo Ribeiro, 18 anos, a ainda virgem de Sapeaçu, a 156 quilômetros de Salvador, tomou ontem mais uma decisão: interrompeu as negociações do leilão de sua virgindade por causa da promessa de receber ajuda de uma emissora de televisão. “Eles estão procurando uma empresa, ou uma pessoa para ajudar a minha mãe. Mas, em troca, eu teria que desistir”, relatou Rebeca ao CORREIO.

    A moça gostou da ideia e disse que agora aguarda os contatos da emissora, que ficou de ligar para a menina quando achasse alguém que se disponibilizasse a ajudá-la. Rebeca justificou o ato de leiloar sua primeira vez com o drama da sua mãe: uma mulher de 59 anos vitimada duas vezes por Acidente Vascular Cerebral (AVC), a primeira há quatro anos, a segunda há dois meses. Numa casa simples de quatro cômodos, as duas se viram com uma pensão de um salário mínimo.

    “Preciso comprar remédios pra minha mãe e pagar fisioterapia. Ela precisa de muitas sessões. Ninguém pode me julgar. Eu tomei minha decisão sozinha e pronto”, afirmou a jovem, na quarta-feira passada. Segundo ela, a ideia surgiu após a grande repercussão do caso da catarinense Catarina Migliorini, 20 anos, que conseguiu leiloar a virgindade por R$ 1,5 milhão.

    (Informações do Correio/Foto: Blog do Valente)

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR