Azaléia fecha dez unidades na região de Itapetinga e quatro mil empregados são demitidos

    48

    A empresa de calçados Vulcabrás/Azaléia, com matriz na cidade de Itapetinga, no sudoeste baiano, fechou 12 plantas industriais de 10 filiais localizadas nos municípios de Caatiba, Firmino Alves, Itambé, Itapetinga (com exceção da matriz), Itororó e Macarani. Cerca de 4 mil empregados foram demitidos com a decisão anunciada nesta sexta-feira (30).

    A empresa informou que foram feitos vários esforços na tentativa de preservar a competitividade, mesmo assim tem registrado sucessivos e elevados prejuízos financeiros em decorrência do aumento da competição, causado pela excessiva entrada de produtos importados a preços muito baixos, não compatíveis com a estrutura de custos da empresa em território baiano. “Por essa razão, a empresa está implementando uma complexa estratégia de reestruturação das operações industriais na Bahia. Esse processo implica na desativação das operações industriais das suas filiais neste estado, concentrando suas atividades na matriz em Itapetinga”, afirma a organização que diz respeitar integralmente os direitos legais dos funcionários e que se dispõe a negociar com o sindicato da categoria profissional a situação dos empregados afetados.

    Uma reunião com o Sindicato dos Trabalhadores de Calçados de Itapetinga e Região, delegacia do trabalho e representantes da empresa na segunda-feira (3) deve debater um acordo e tentar reverter as demissões. Com informações do A Tarde.

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR