Bem posicionada em pesquisa, Marina Silva deve lançar partido em janeiro

    29

    Terceira colocada na disputa presidencial de 2010 com 19,6 milhões de votos, a ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva baterá o martelo sobre a criação de um novo partido até o final de janeiro. A fundação de uma legenda é a única hipótese aventada por ela no momento para voltar a concorrer ao Planalto na disputa de 2014, segundo aliados que acompanham o processo. O movimento pela criação da sigla ganhou força com a publicação da última pesquisa Datafolha, no início de dezembro, que coloca Marina em segundo lugar na disputa. No levantamento, ela tem de 13% a 18% das intenções de voto, a depender dos adversários, e só perderia para a presidenta Dilma Rousseff e para seu antecessor, Lula.

    Na disputa municipal de outubro, Marina apoiou candidatos de 11 siglas diferentes, com base no discurso da sustentabilidade global e da formação de uma terceira via política no país. Recentemente, a ex-ministra do Meio Ambiente intensificou a agenda de encontros e reuniões com o “núcleo duro” de sua campanha de 2010 e com novos apoiadores para discutir a possibilidade de criação de uma legenda. Ainda em dezembro, procurou congressistas interessados na troca de partido.
    Com informações da Folha

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR