Coelba oferece R$ 630 de desconto na compra de geladeira nova; veja como obter o seu

gelaA geladeira de Elionay Lima era tão velha, mas tão velha, que precisava de uma ajudinha para se manter fechada. “Ela nem tinha mais borracha, a gente prendia com um elástico”, lembra a diarista. Mas, desde o mês passado, o eletrodoméstico que a acompanhou por 24 anos (e já era de segunda mão) não faz mais parte da decoração da cozinha. Em seu lugar está uma novíssima duplex frost free.  “Tem duas portas, é chique demais”, comemora Elionay.

Ela deu sorte, pois participou da última turma de beneficiados pelo projeto Nova Geladeira Coelba. Se fosse um pouco antes, teria que pegar uma geladeira não tão chique assim.  O programa da Coelba de subsidiar a troca de geladeiras velhas, que gastam muita energia, por modelos com o selo Procel, de eficiência energética, está com opções de novos modelos.

Se antes só estava disponível o modelo mais simples, com uma porta só, agora o consumidor tem quatro opções: uma porta com capacidade de 261 litros, no valor de R$ 369; duplex branca de 306 litros e duplex inox de 276 litros, ambos por R$ 460; e duplex frost free, por R$ 769 (o modelo escolhido pela diarista Elionay). Os valores reais dos equipamentos são R$ 999, R$ 1.090 e R$ 1.399, respectivamente.

RTEmagicC_geladeira_criterios.jpgO projeto é para atender uma exigência da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que obriga todas as concessionárias de energia do país a destinar 0,5% do faturamento em ações de eficiência energética. Desse percentual, 60% tem que ser destinado a pessoas de baixa renda, beneficiários da tarifa social de energia. O investimento da Coelba no programa em 2014 será de R$ 10 milhões. A empresa tem parceria com a rede de lojas Insinuante e arca com R$ 630 de cada geladeira.

A assessora de eficiência energética da Coelba, Ana Christina Mascarenhas, explica o upgrade das geladeiras: “A gente percebeu que havia uma demanda por geladeiras melhores. As pessoas pediam”, conta. Desde 2005, quando o programa foi lançado, já foram subsidiadas 139 mil geladeiras, o que significou a economia de 62,3 Mega Watts, o que dá para abastecer por um ano 214 mil casas.

“Quanto mais antiga a geladeira, mais energia ela gasta”, explica Ana Christina. Imagine aí quanto gastava a geladeira de Elionay?! “Muito, minha filha. Minha conta era R$ 18, R$ 20. Depois que eu ganhei ela, já teve mês de eu pagar R$ 150”, lembra a diarista.

Participação
Mas não basta ter uma geladeira arcaica para participar do programa. Se você quer se livrar do seu modelo retrô e, de quebra, dar uma economizada na conta de luz, a primeira coisa a fazer é olhar esse infográfico abaixo. Se enquadrou?

A assessora da Coelba explica o que fazer. Os clientes interessados deverão comparecer a uma das três lojas Insinuante participantes, com documentos pessoais e conta de energia recente e preencher a ficha de inscrição do projeto.

“Depois, é preciso aguardar que um fiscal da Coelba vá até a sua residência olhar a geladeira e colocar um selo nela, atestando que aquele eletrodoméstico está apto para a troca”, descreve. O selo, explica, é para garantir que a geladeira trocada será a mesma que foi avaliada pelo fiscal. “Se o consumidor tentar tirar, ele se desfaz”. Depois disso, o cliente já está apto para voltar na Insinuante e escolher a nova geladeira. O valor pode ser parcelado em dez vezes.

Após a escolha, a própria Insinuante cuidará de levar a geladeira nova até sua casa e levar embora a antiga. E se você já criou uma relação de apego com o seu eletrodoméstico velho, melhor nem ler o que acontecerá com ele depois. Será destruído e reciclado. Isso a um custo entre R$ 18 e  R$ 100, que fica a cargo da Coelba. “Temos que tirar de circulação para garantir que está economizando energia”, explica Ana Christina.

Quem ainda não tem o NIS pode fazer o cadastro na prefeitura. No total, 2,026 milhões de clientes têm tarifa social, ou seja, podem estar aptos a participar do programa. “Só quem já tem um consumo muito baixo, menor que 80 KWhz por mês, não pode, porque se o consumo é baixo é porque a geladeira não gasta tanto assim”, explica. Esse consumo equivale a uma conta em torno de R$ 40, que com a tarifa chega aos R$ 20.

Ao receber o novo equipamento, o cliente ainda ganha, de brinde, quatro lâmpadas fluorescentes, para economizar também na luz. (Correio 24 Horas)

..................................................................................................................................

Comentar via Fecebook

Sobre o autor

Publicou 6024 Postagens neste site.

Escreva um comentário

Gravatars são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você pode obter o seu gravatar gratuitamente!

Current day month ye@r *

Copyright © 2014 Portal de Notícias. Todos os direitos reservados.
Site construído em WordPress. Desenvolvido por: Gabriel Araújo