Crianças adotadas em esquema ilegal são recebidas com festa em Monte Santo

    116

    A chegada das cinco crianças que passaram 18 meses sob tutela de famílias paulistas a Monte Santo, no Nordeste baiano, foi descrita como muito emocionante pela advogada do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca-Ba), Isabela Pinto, que acompanhou o momento.

    “As crianças foram recebidas com uma grande festa pela população, que estava com cartazes dizendo que a Justiça foi feita”, declarou. Ela afirma ainda que as crianças foram recebidas até mesmo com fogos de artifício.

    Silvânia Mota da Silva, de 25 anos, chegou em casa carregando a filha de um ano e meio: a primeira a ser retirada do seio familiar após o juiz Vítor Manuel Bizerra ter concedido guarda provisória a uma família de São Paulo. Os demais foram trazidos no colo de parceiros que ajudaram no processo para trazer as crianças para casa, segundo a advogada. Eles tiveram apoio da Polícia Militar para conseguir chegar em casa em meio à multidão.

    Após a revogação da guarda provisória das crianças às famílias paulistas, elas passaram 15 dias em uma instituição de acolhimento para refazer os vínculos com a mãe, Silvânia. Cumprido este prazo, as crianças puderam voltar para a cidade natal, onde vão viver com a mãe e os avós maternos em uma casa alugada.

    (Informações do Correio/Fotos: Monte Santo.net)

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR