Evangélicos protestam contra “Salve Jorge” na internet

    85

    Mesmo antes da estreia na TV Globo, circulam na internet mensagens de repúdio a novela “Salve Jorge”. O movimento é organizado por fiéis da Igreja Universal que orientam todos os seus membros a não assistirem à novela de Glória Perez. O argumentando principal do grupo é que a história é um veículo de adoração a Ogum, já que São Jorge é uma das representações do orixá no Brasil.

    As manifestações começaram no blog “Exército Universal”, mantido por integrantes da igreja. Segundo os autores dos posts, o termo “salve”, incluído no título da novela, é uma saudação à entidade espiritual. O grupo argumenta que com a saudação diária a Ogum (Jorge) o “Espírito de Deus” se distanciará dos lares brasileiros. Além do blog, os fiéis mantém uma página no Facebook na qual divulgam ocasionalmente mensagens de repúdio à novela.

    O “Exército Universal” ainda acusa “Salve Jorge” de promover “apologia ao lesbianismo” através das personagens de Vera Fischer e Tammy Gretchen, que se relacionarão com mulheres no decorrer da trama.

    O grupo já conta com o apoio do líder da igreja, o bispo Edir Macedo. Em seu blog oficial, Macedo comparou a novela de Glória Perez com “Rei Davi”, minissérie da Rede Record que passou a ser reprisada desde a segunda-feira (22) no mesmo horário de “Salve Jorge”. “Quem é mais importante? Davi, o rei que agradou o coração de Deus, ou Jorge, um Deus pagão travestido de santo? Quem merece sua atenção? Quem é o verdadeiro exemplo?”, escreveu o bispo.

    Procurada pelo jornal Folha de S.Paulo, a Rede Globo se pronunciou sobre a acusação de adoração a Ogum. A emissora disse que “Salve Jorge” não fala sobre o santo que dá nome a novela, mas sobre o mito do guerreiro. Segundo a Globo, a referência a São Jorge está ligada ao fato de ele ser o padroeiro da cavalaria que é um dos núcleos da novela.

    Já o “Exército Universal” comentou a repercussão do caso negando que organize um boicote contra a novela. “O que foi divulgado por nós foram orientações (totalmente diferente de ‘boicote’) direcionado ao público evangélico, pois nós cremos em algo totalmente diferente do que será exibido na novela global”. (As Informações são do Correio)

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR