Executivo da Google no Brasil é preso pela PF por desrespeitar decisão da Justiça Eleitoral

    75

    A Polícia Federal deteve o diretor-geral do Google no Brasil, Fábio José Silva Coelho, na tarde desta quarta (26), após a empresa não obedecer ordem judicial para que um vídeo com acusações contra um candidato a prefeito de Campo Grande (MS) fosse retirado do You Tube.

    O pedido foi feito nesta terça (25) pelo juiz da 35ª Zona Eleitoral, Flávio Saad Peren. De acordo com a PF, o executivo deverá ser liberado ainda nesta quarta. “Por se tratar de um crime de menor potencial ofensivo, apesar de trazido para a Polícia Federal, ele não permanecerá preso. Será lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência, com a oitiva do conduzido e sua liberação após a assinatura do compromisso de comparecer perante a Justiça”, diz comunicado.

    O vídeo no You Tube acusa Alcides Bernal de incentivar o aborto, além de acusações de lesão corporal contra menor, enriquecimento ilícito e preconceito contra os mais pobres. O Google, que já havia se manifestado sobre o caso, disse que não pode ser considerado responsável pelas imagens, pois o You Tube é apenas uma plataforma. A empresa ainda não se manifestou sobre a detenção do executivo.

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR