Expulsas pela madrasta, crianças passam cinco dias em matagal

    69

    Duas crianças de 11 e 7 anos foram abandonadas em um matagal no distrito de Maria Quitéria, em Feira de Santana, a 109 km de Salvador. Os dois irmãos foram resgatados pelo Conselho Tutelar, que também retirou de casa dos pais os outros três irmãos mais novos. Os pais das crianças vão responder por maus tratos, segundo informações da Polícia Civil da cidade.

    As duas crianças mais velhas, frutos de um relacionamento anterior do pai, foram colocadas para fora de casa pela madrasta. A menina de 11 anos e o menino de 7 se abrigaram perto de um cajueiro a cerca de 1 km da casa do pai e passaram cinco dias comendo somente caju e tomando água, até que uma denúncia foi feita pelo número 156, segundo a Secretaria de Prevenção à Violência.

    As crianças foram achadas na madrugada de terça-feira (27) dormindo no meio da mata, segundo a conselheira Magna Moreira declarou à TV Subaé. “O imão pequeno tem muitos arranhões pelo corpo. Eles têm muitas marcas de violência que foram praticadas antes. Foi emocionante encontrá-los daquela forma. Um policial que estava conosco chorou igual a uma criança”, conta.

    “Tenho certeza que os pais serao responsabilizados”, disse à TV Bahia o secretário Misael Freitas. As crianças agora fazem parte do projeto “Rua, Tô Fora” até que uma decisão definitiva sobre a guarda delas seja tomada. Os pais, Moisés da Silva e Josileide Barbosa da Costa, estão no Complexo Policial Investigador Bandeira. (Informações do Correio)

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR