Governo não cumpre acordo e professores da rede estadual fazem nova paralisação

    57

    Professores da rede estadual de ensino fazem uma nova paralisação nesta quarta-feira (3). Mesmo após o fim da greve que durou 115 dias entre abril e agosto deste ano, os professores reivindicam ajustes salariais.  Eles também cobram do governo o cumprimento do acordo feito na ocasião

    A categoria vai realizar uma manifestação na Praça da Piedade, às 9h. Outras manifestações devem ser realizadas na capital e em cidades do interior do estado – o calendário completo não foi divulgado pelo sindicato.

    Na última sexta (28), os professores fizeram uma outra paralisação. “Continuamos (com as paralisações) porque o governo ainda não sentou para negociar. Enquanto isso não acontecer, a gente continua”, afirmou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), Rui Oliveira.

    A decisão de parar as atividades foi tomada em assembleia realizada no dia 18 de setembro. Outra assembleia está marcada para a segunda quinzena de outubro.

    Greve
    Foram 115 dias de greve dos professores na Bahia, a maior da categoria no estado.

    Entre as exigências dos docentes para o encerramento da greve estavam a não punição dos professores demitidos e a retirada dos processos administrativos daqueles que estavam em estado probatório; a devolução imediata dos quatro salários confiscados durante a greve; a devolução da contribuição mensal da APLB; além da reabertura da mesa de negociação. (Informações do Correio)

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR