Luz no fim do turno: Grêmio planeja repetir melhor campanha pelo título

    74

    Há luz no fim do turno do Grêmio. A vitória no Gre-Nal deste domingo abre um horizonte de esperança aos tricolores para a segunda parte do Brasileirão, que começa na quarta, diante do Vasco, no Olímpico. Foi o melhor desempenho do clube nesse período do campeonato desde 2008, quando os comandados de Celso Roth lideraram com 71,93%.

    O Grêmio encerra o primeiro turno com 64,91% de aproveitamento – números muito próximos aos de quatro anos atrás (o levantamento considera as edições desde 2006, quando a fórmula passou a reunir 20 clubes).

    A diferença, no entanto, está nos concorrentes à frente – Fluminense e Atlético-MG. Principalmente o líder Galo, que tem os melhores números da história dos pontos corridos em um único turno e está seis pontos à frente, com um jogo a menos.

    Mas a ideia é exatamente deixar de lado a concorrência e apostar no potencial do grupo. Vanderlei Luxemburgo acredita que, se o Grêmio repetir a campanha do primeiro turno nos próximos 19 jogos, o título fica mais próximo, a despeito dos demais.

    – Fizemos 37 pontos, o objetivo. Se repetir, no segundo turno, é percentual de campeão. Agora, se os outros mantiverem… Estamos correndo atrás. Foi bom subir para a terceira posição, mas não é garantia de nada. Temos de continuar assim e sem abdicar da Sul-Americana. Porque um time brasileiro pode ser campeão e diminuir uma vaga. Temos de abrir as duas frentes.

    – Temos um jogo importante contra o Vasco. Vamos buscar os líderes. É difícil, os caras não perdem, mas vamos tentar – disse Kleber, em tom otimista.

    A campanha do Grêmio começou a decolar quando Vanderlei Luxemburgo cumpriu a promessa que havia feito no primeiro semestre. Quando questionado sobre a produção da equipe, sempre lembrava que, com a entrada dos reforços da janela de transferência, o time iria evoluir. Não deu outra.

    A arrancada começou mais precisamente diante do Cruzeiro, no primeiro jogo da nova formação, sem os três volantes e com Elano e Zé Roberto no time. Antes, a campanha era de exatos 50% de aproveitamento, com quatro vitórias e quatro derrotas. A partir da nona rodada, venceu oito jogos, empatou um e perdeu apenas dois – desempenho de 75,75%.

    – O Grêmio sonha ser campeão, ou, no mínimo, estar entre os três primeiros – resumiu o presidente Paulo Odone.

    Mais do que sonhar, os gremistas podem acreditar. Afinal, os números comprovam: há, sim, uma luz no fim do turno. (Informações do G1)

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR