Marta vai gravar mensagem de apoio a Haddad, mas se nega a aparecer ao lado de Maluf

    84

    A senadora Marta Suplicy (PT-SP) concordará em gravar mensagem de apoio ao candidato do PT à prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, no horário eleitoral, mas não quer aparecer em nenhum ato ao lado do deputado Paulo Maluf (PP), que aderiu à campanha petista. A decisão de Marta será comunicada nesta segunda-feira (27) ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com quem ela vai almoçar. Na semana passada, a presidente Dilma Rousseff fez um apelo à senadora para que ela ajudasse Haddad. Marta cederá aos apelos de Lula, mas com algumas condições. Não quer, por exemplo, ver Maluf por perto, embora o deputado também tenha apoiado sua frustrada tentativa de reeleição, no segundo turno da campanha de 2004, quando ela perdeu a prefeitura para José Serra, do PSDB. Informações do Estadão.

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR