Monte Santo: Juiz acusado de tráfico de crianças diz que se baseou no Conselho Tutelar

    204

    O juiz Vitor Bizerra, acusado de entregar para a adoção cinco filhos de um casal de Monte Santo (BA), disse na CPI do tráfico de pessoas que sua decisão foi baseada em relatórios do Conselho Tutelar e do Ministério Público.

    No dia 14 de outubro, o Fantástico denunciou a história de Silvânia e Gerôncio da Silva, pais que tiveram os cinco filhos retirados de casa e dados para adoção em São Paulo. A mais nova das cinco crianças tinha dois meses de idade quando saiu a decisão.

    “O Conselho Tutelar encampou uma coisa que já partiu dos vizinhos. A comunidade monte-santense já sabia disso. Seu Gerôncio é alcoólatra e a genitora também fazia uso de bebidas alcoólicas. Segundo ouvi dizer, também se prostituía, fazendo ponto na boate”, afirmou Bizerra aos parlamentares, em Brasília.

    O Conselho Tutelar declarou ao Fantástico que nunca indicou ou sugeriu a entrega dos filhos de Silvânia e Gerôncio para adoção. (Informações do G1/BA)

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR