Montessantense Uelliton vira alvo de protesto da torcida do Vitória

    150

    Cerca de 50 membros da torcida organizada ‘Os Imbatíveis’ fizeram uma verdadeira confusão na manhã ontem(2) no aeroporto internacional de Salvador durante a chegada do time do Vitória no local para o embarque com destino a São Paulo, onde enfrenta neste sábado (3) o Bragantino, pela 34ª rodada do campeonato brasileiro da Série B.

    Sob os gritos de ‘mercenários’, os protestantes cercaram o ônibus da delegação do clube e chegaram a partir para cima de alguns jogadores cobrando mais empenho na reta final da competição. O zagueiro Gabriel Paulista chegou a ser agredido pelos torcedores e se irritou com as críticas, apesar de reconhecer a queda de rendimento do time.

    O goleiro Deola, o volante Michel e o atacante William chegaram a conversar com os manifestantes para tentar acalmá-los, mas não tiveram sucesso, sendo respondidos com vários xingamentos. Arremessando pipoca nos atletas, os torcedores criticaram sobre um suposto valor de R$ 5 mil que os jogadores estariam recebendo para ganhar cada jogo.

    Principal alvo do protesto, o volante Uelliton precisou de escolta policial para descer do ônibus. O atleta que ja teve vários problemas com a torcida rubro-negra, chegou a ser apontado pelos protestantes como o organizador da ‘panelinha’ que estaria chatageando a direção para o acesso à série A. Os gritos que entoavam contra o atleta foi de “Uelinton! Vá se f…! O meu Vitória não precisa de você!”.

    Por conta da violência do protesto, o ônibus do clube foi encaminhado diretamente para a pista de embarque, acompanhado por uma viatura da Polícia Militar e pelos torcedores. O Vitória, que já liderou boa parte do campeonato, tem atualmente 66 pontos e ocupa a terceira colocação, sem chance de voltar a liderança nesta rodada. (informações do iBahia)

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR