Moradores violam túmulo de atirador que matou prefeito e tentam queimar caixão

    81

    O túmulo onde foi enterrado o corpo de Claudionor Galvão de Oliveira, o Colon, autor do assassinato do prefeito, primeira-dama e gerente da Embasa de Jussiape, na Chapada Diamantina, foi violado nesta segunda-feira (26) por alguns moradores que desejavam queimar o caixão.

    Segundo o Correio, a informação foi confirmada pela família da vítima. Uma parente de Colon afirmou que uma nova camada de concreto teve que ser colocada no túmulo. Entretanto, o coordenador da 20ª Coordenadoria Regionais do Interior (Coorpin / Brumado), Leonardo Rabelo, afirmou não ter conhecimento do fato. Colon matou o prefeito da cidade, Procópio Alencar, a primeira-dama, Jandira, e o gerente local da Embasa, Ordelange Novaes, neste sábado (25). Depois, foi morto em confronto com a polícia. A cidade está em luto oficial de três dias e ontem os serviços de banco e correios não abriram. Comenta-se no município que o ataque de fúria de Colon seria motivado pela concessão de um quiosque público, onde ele mantinha um bar.

    Ele ganhou o direito de explorar o espaço em 2009, quando Vagner Neves Freitas, seu amigo pessoal, era prefeito. Mas Vagner foi cassado no ano seguinte e Procópio, ao assumir a prefeitura, vetou o uso do quiosque por identificar problemas na licitação. (BN)

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR