Morre a atriz baiana Regina Dourado, aos 59 anos

    Morreu no início da tarde deste sábado, 27, a atriz Regina Dourado. Ela perdeu a batalha contra um câncer. A informação foi confirmada ao EGO por Oscar Dourado, irmão dela: “Ela faleceu agora há pouco”, limitou-se a dizer por telefone.

    Ela estava internada desde o dia 20 de outubro no hospital Português da Bahia, em Salvador. Durante a tarde, a assessoria do hospital divulgou uma nota esclarecendo a causa da morte: “Os familiares de Regina Dourado informam o seu falecimento às 11h20, deste sábado, 27 de outubro, no Hospital Português da Bahia, em decorrência da evolução de um tumor maligno de mama.”

    Em 2003, Regina foi diagnosticada com o doença na mama direita. Cerca de sete anos depois, o seio esquerdo também foi comprometido. O câncer evoluiu e a atriz teve sua medula óssea e outros órgãos atingidos, o que foi decisivo para a suspensão das sessões de quimioterapia, já que seu estado de saúde passou a ser considerado terminal.

    Assim que souberam da notícia, famosos lamentaram a perda nas redes sociais. A novelista Glória Perez – autora da novela “Salve Jorge” – foi a primeira a se manifestar no Twitter: “Perdemos a Regina Dourado. Sábado triste”. Nívea Stelmann lamentou a morte de Regina no microblog: “Que notícia!!! Triste mesmo”. A atriz Antonia Fontenelle também escreveu na rede social: “Que Deus a tenha, amava a Regina”.

    “Ela está com o coração batendo, só que apresenta um quadro de insuficiência respiratória que deve vir a ser a causa mortis dela. Está praticamente sem sangue. Estamos aqui ao ladodela garantindo o carinho e o conforto, mas a situação é muito delicada”, comentou o irmão dela, Oscar Dourado, ao EGO, dias antes de sua morte. Regina deixa apenas um filho, Leonardo Dourado, de 28 anos.

    Adeus

    O velório será aberto ao público, segundo os familiares de Regina, e acontecerá neste sábado, no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador. O corpo da atriz será cremado no mesmo local neste domingo, 28, às 16h30. A cerimônia será privada.

    Atriz começou na carreira com 15 anos
    Regina começou a carreira artística com 15 anos na Companhia Baiana da Comédia, em sua cidade natal, Salvador. Como o espaço na área era pequeno na Bahia, a atriz seguiu para o Rio de Janeiro dez anos depois. Já em solo carioca, ela fez sua estreia na TV Globo na minissérie “A Morte e a Morte de Quincas Berro D`água” (1978). Na teledramaturgia, participou da novela “Pai Herói” (1978). Depois disso, integrou o elenco da minissérie “O Pagador de Promessas” (1988), de Dias Gomes, além das tramas “Roque Santeiro “(1985), “Felicidade” (1991), “Renascer” (1993) e “Explode Coração” (1995). Na Globo, Regina encerrou os trabalhos em “América” (2005), quando interpretou Graça, a mulher do fofoqueiro Gomes (Walter Breda).

    Sua carreira no cinema é marcada por atuações nos filmes “Corisco & Dadá” (1996), de
    Rosemberg Cariry, “No Coração dos Deuses” (1999), de Geraldo Moraes, “Espelho d’Água – Uma Viagem no Rio São Francisco” (2004), de Marcus Vinícius Cesar.

    Seu último trabalho na TV foi em 2008 na novela “Mutantes – Caminhos do Coração”, da
    Record, quando interpretou Altina. Na mesma emissora, ela esteve no elenco da novela “Bicho do Mato” (2007).

    (As Informações são do site EGO)

     

    ....

    COMPARTILHAR