PRF flagra nove trabalhadores em situação de escravidão no interior da Bahia

    57

    Após uma denúncia anônima, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) em operação conjunta com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) libertou nove trabalhadores rurais que trabalhavam  em condições insalubres na Fazenda Novos Tempos, localizada na zona rural do município de São Desidério, no distrito do Sítio do Rio Grande no Oeste Baiano.

    No local foi constatado que os trabalhadores viviam em barracas de lonas, sem colchões, banheiro, água tratada e um local adequado para preparo e conservação de alimentos.

    De acordo com a PRF, a operação que foi realizada na última quinta-feira (11) quando os lavradores foram encontrados em condições desumanas de trabalho. Ele também não possuíam carteira de trabalho assinada e nem passaram por exames médicos para iniciar as atividades.

    Os trabalhadores são de Barreiras, que fica a 497 quilômetros de Salvador, e foram agenciados por um homem de prenome Antônio que, além de coordenar o trabalho no local, funcionava como o “gato” – termo utilizado para descrever a pessoa que mantém os trabalhadores sob seu controle através da venda de produtos de higiene pessoal.

    Por conta das irregularidades trabalhistas, os barracos foram desfeitos, o proprietário da fazenda foi notificado e os trabalhadores foram encaminhados para Barreiras para terem seus direitos garantidos. (Informações do Correio)

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR