Regiões de Irecê e Jacobina recebem investimentos em saúde e infraestrutura

    75

    A ampliação da cobertura do sistema estadual de saúde está beneficiando os 66,4 mil habitantes de Irecê, cidade a cerca de 500 quilômetros de Salvador, com uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), um Centro de Parto Normal (CPN) e uma Central de Regulação de Urgências (CRU), vinculada ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192), que também vai atender a microrregião de Jacobina.

    Todos os equipamentos foram inaugurados nesta sexta-feira (18) pelo governador Jaques Wagner, que também entregou dois trechos de estradas recuperados – as BAs 800 e 801, ligando a sede da cidade aos povoados de Angical e a Itapicuru -, e assinou autorização para a pavimentação de 30 mil metros quadrados de ruas.

    O vigilante Genaílton Souza, 41 anos, assistiu com a mulher e o filho à solenidade, que “vai diminuir as filas no hospital regional. Amanhã ou depois o meu filho pode precisar de um atendimento médico e a gente usufruir disso”.

    Quem concorda com a segurança que os novos equipamentos estão proporcionando é o vendedor de sorvetes Edgar Gomes, 47. “Eu tenho quatro filhas. Quando há um acidente ou alguém passa mal, a gente pode trazer para cá. Antes, quando adoeciam, podia precisar levar até para Salvador. Agora, acabou isso”.

    UPA

    Voltada para o atendimento de urgência e emergência, a UPA tem capacidade para oferecer até 150 atendimentos diários, clínicos e pediátricos, além de prestar o primeiro atendimento e estabilizar os casos cirúrgicos e de trauma. O Ministério da Saúde investiu R$1,4 milhão para construção e aquisição de equipamentos da unidade. “É a 12ª UPA 24 horas, de um total de 50 que serão entregues até o final de 2014”, afirmou o secretário da Saúde, Jorge Solla. Para o custeio mensal das ações assistenciais das UPAs, haverá um repasse de R$ 100 mil ao Fundo Municipal de Saúde. A estimativa é de que a nova unidade proporcione a abertura de aproximadamente 55 postos de trabalho.

    Samu

    O Samu Regional Irecê-Jacobina é composto pelos 38 municípios, que formam a macrorregião centro-norte, e será responsável por uma cobertura populacional de aproximadamente 700 mil habitantes. A estimativa é de que sejam abertos 375 postos de trabalho para o serviço. “Neste momento começamos com o Samu em Irecê e mais oito municípios da região de Jacobina e ainda vamos receber mais ambulâncias para as demais cidades”.

    O Centro de Parto Normal, localizado no Hospital Maternidade Josefa Ismael Sobral, conta com cinco leitos pré-parto, parto e puerpério. A ação teve o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesab), com a disponibilização das camas, poltronas e outros itens, e da equipe da Rede Cegonha, visando a qualificação dos processos de trabalho. O Ministério da Saúde irá garantir o custeio mensal da unidade no valor de R$ 80 mil.

    Recuperação das principais rodovias da região

    Na recuperação dos 24 quilômetros das BAs 800 e 801 foram investidos quase R$ 4 milhões. As obras beneficiam moradores dos municípios de Irecê, São Gabriel, João Dourado e Lapão. Além de garantir mais comodidade e segurança para os motoristas, a ação favorece o escoamento da produção local baseada em agricultura e pecuária.

    De acordo com o vice-governador do Estado e secretário da Infraestrtura, Otto Alencar, as obras são uma reivindicação antiga do povo de Irecê. “Com isso, o governo completa quase todo o circuito de estradas importantes aqui na região, que será concluído no próximo ano. E isto dá segurança e trafegabilidade para as pessoas”, declarou Alencar. Ele disse que, desde 2007, já foram recuperados 6,2 mil quilômetros de estradas e a meta é alcançar 10 mil quilômetros de rodovias até 2014.

    As obras de serviços de engenharia para melhorias em infraestrutura urbana no município de Irecê, no valor de R$ 1,4 milhão, autorizadas pelo governador, serão executadas pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder). Wagner falou também que, em novembro, será inaugurada a Adutora de São Francisco, resolvendo o problema de água para a cidade. “A tubulação já está toda pronta. É um investimento de R$ 480 milhões”.

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR