UFRB adotará Lei das Cotas no vestibular 2013

    70

    A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) será a primeira universidade a aplicar integralmente a Lei 12.711/2012, conhecida como a Lei de Cotas, já a partir do próximo processo seletivo, em 2013.

    A medida foi aprovada pelo Conselho Universitário (Consuni) na quarta-feira (31). De acordo com a nova lei, as universidades e institutos federais devem reservar 50% das vagas ao sistema de cotas em um prazo de até quatro anos. A legislação beneficia estudantes que cursaram todo o ensino médio em escolas públicas, além de prever diferenciação em relação ao critério econômico, com a previsão de 25% destas vagas para estudantes cujas famílias tenham renda per capita menor ou igual a um salário mínimo e meio.

    Os critérios das cotas também vão variar de uma universidade para a outra, de acordo com a proporção de negros, pardos e indígenas de cada estado, fornecida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na UFRB, 76,67% dos 50% das cotas serão reservados para a parcela da população. O reitor Paulo Gabriel Nacif acredita que a ampliação da diversidade étnica e social das universidades deve estar ao lado da qualidade acadêmica. “É imprescindível que a política de democratização de acesso seja seguida de uma política institucional de acolhimento e afiliação à vida universitária e de uma política de assistência estudantil que possibilitem aos estudantes igualdade de oportunidades, culminando com o sucesso acadêmico desejado”, avaliou, durante reunião do Consuni.

    A federal do Recôncavo tem, em média, 84,3% de negros, diferente da média nacional de 40,8%. O processo seletivo continuará feito através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), com base nas notas do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem)

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR