Wagner admite que mensalão pesa e teme por 2014, diz jornal

    67

    Ao fazer um balanço das eleições deste ano, o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), exalta o crescimento do número de prefeituras, mas reconhece o peso do mensalão na disputa e não descarta que o PT pode perder as eleições presidenciais nos próximos anos “por cansaço do eleitor”, informa o jornal O Globo. Ele diz, no entanto, que é difícil apontar o escândalo do mensalão como o responsável direto por algum resultado eleitoral. “Tudo conta, mas é muito difícil ter uma medida. O povo sabe que há anjos e demônios em todos os partidos e que nenhum deles tem a tutela da moralidade absoluta. Se você me perguntar se o mensalão pesou, é óbvio que pesou. Mas quanto pesou, se isso foi absolutamente definidor do resultado, não sei”, disse Wagner ao periódico. Ainda de acordo com o jornal,  Jaques Wagner considera que o resultado das eleições deste ano, que mostraram uma ascensão de oposicionistas em capitais das regiões Norte e Nordeste, pode estar sinalizando um princípio de desgaste do PT no comando do governo federal. “Querer descobrir (dizer o que vai acontecer) 2014 nesta eleição é precipitado. Agora, é óbvio que todo mundo tem desgaste. Nós vamos com a Dilma para 12 anos. O povo gosta de ver alternância, e graças a Deus que gosta”, afirmou a O Globo.

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR