5 hábitos japoneses que podem estar fazendo a diferença na luta contra o covid-19

432

No Japão existem muitos hábitos e costumes que nos mostram porque de maneira generalizada, essa nação é tão longeva, organizada e harmoniosa em sociedade.

Depois da China, o coronavírus logo se instalou no Japão. Porém, o número de infectados divulgado pelo governo japonês indica que a disseminação ocorre em ritmo muito mais lento em comparação ao verificado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) no restante do mundo.

Foto reprodução
Foto reprodução

Até 24 de março, o Japão teve 10 grupos de surtos, com cerca de 1.200 casos confirmados e 43 mortes. Os números são baixos, considerando que o país tem alta densidade populacional e maior densidade de idosos do mundo. Além disso, está em proximidade com a China, o epicentro da doença: em janeiro, cerca de 925 mil chineses viajaram ao Japão.

De acordo com especialistas, alguns costumes, comportamentos e hábitos extremos de higiene dos japoneses podem estar  ajudando o país a registrar um baixo numero de casos, veja quais:

1. Usar máscaras

Diariamente, percebemos um grande número de pessoas que usam máscaras hospitalares, seja por causa de alergias como o kafunsho, viroses ou resfriados. Muitos podem estranhar esse hábito, mas ele ajuda um bocado a proteger o contágio de doenças como uma simples gripe e outras doenças contagiosas. Mas o curioso é que os japoneses as usam, não para se defenderem, mas sim para evitar contagiar o próximo. Estando doentes, a preocupação é não contagiar outras pessoas. Lá está: respeito pelo outro; pensar no coletivo.

2. Tirar os sapatos ao chegar em casa

Em praticamente todas as residências japonesas você verá um genkan, uma espécie de degrau abaixo da entrada principal. Os japoneses costumam tirar os sapatos, deixando-os no genkan e entram na casa apenas de meias ou com suripas especiais que só são usadas no interior da residência. Esse hábito ajuda a evitar possíveis contaminações trazidas da rua, além de ajudar a manter a casa mais limpa.

Esse hábito de trocar os sapatos por suripas ou sapatilhas especiais também se estende às escolas, hospitais, fábricas de alimentos, entre outros locais. Tudo isso para evitar que a sujeira ou alguma contaminação entre para dentro do ambiente.

3. Não falar no transporte coletivo

Ninguém faz barulho no metro ou em transportes coletivos. Aliás, ninguém fala ou atende o telefone, especialmente em espaços públicos com muita gente, como o metro, ônibus ou vans. É incrível!

Isto porque, a cultura japonesa está centrada no coletivo, não no indivíduo. Atrair a atenção para si, individualmente, é uma linha vermelha que ninguém deve ultrapassar.  É por essa razão que, por exemplo, não se vê gente a assoar o nariz em público.

4. Limpeza extrema

Os Japoneses são extremamente preocupados com a higiene, além de cuidarem com maestria da limpeza da casa, eles lavam as mãos o tempo todo, inclusive em água corrente. Fazem isso há séculos, muito antes da descoberta dos germes e bactérias.

5 – Alimentação saudável

A fama da longevidade e alta imunidade dos japoneses está basicamente em sua alimentação, composta com muitas verduras, legumes e peixes, incluindo no café da manhã. Outro grande hábito alimentar japonês é o chá verde, consumido diariamente. O chá verde é muito benéfico para a saúde pois é rico em antioxidantes e nutrientes que ajudam a reduzir as taxas de colesterol, pressão arterial e os riscos de obesidade.

É evidente que seguir com disciplina alguns bons hábitos japoneses poderá nos ajudar, mas no momento como não temos a garantia de que todos farão a sua parte, a melhor opção é seguir as orientações das autoridades médicas, e o principal: Ficar em Casa!

Por: Portaldenoticias.net (Com informações do Japão em Foco, BBC News e Alma de Viajante)

....