“A Bahia perdeu a guerra para acriminalidade”, afirmou Sandro Régis

    sandro-regisO reinicio das atividades na Assembleia Legislativa, após o recesso parlamentar, está sendo marcado por críticas da oposição. O 2°vice-presidente da Casa, deputado Sandro Régis, subiu à tribuna na tarde desta segunda-feira (5), e apresentou um verdadeiro raio-x da escalada da violência na Bahia.Com base em dados oficiais, divulgados no site da Secretaria estadual de Segurança Pública (SSP), o parlamentar destacou dados alarmantes que comprovam a marca de 5.713 assassinatos em 2012, com um crescimento de 23,68% em relação a 2011.

    De acordo com Sandro Régis, os números colocam a Bahia no topo do ranking dos estados mais violentos do Brasil, ficando à frente até de São Paulo, que registrou 4.836 assassinatos, mas que possui 41,9milhões habitantes, quase três vezes o número de moradores da Bahia (14milhões). Estados como Rio de Janeiro (4.041 assassinatos- população de 16,2 milhões) e Minas Gerais (3.829 – população de 19,8 milhõesde habitantes) também seguem bem atrás.

    “A Bahia perdeu a guerra para a criminalidade. O governoWagner não possui gestão e não têm prioridades, a única preocupação é cooptardeputados e partidos. Mais de R$ 500 por dia são gastos com propagandasenganosas, e é por isso que hoje a Bahia é considerada um dos lugaresproporcionalmente mais violentos do mundo”, disparou Régis.

    Fonte: ASCOM deputado Sandro Régis