Adutora de Pedras Altas aumenta oferta de água na região do sisal

    dsdssMais de 200 mil moradores da região do sisal estão sendo beneficiados com a operação do sistema integrado de abastecimento de água de Pedras Altas, um investimento do governo baiano de R$ 59,3 milhões. O governador Jaques Wagner inaugurou a adutora na manhã deste sábado (5), no município de Capim Grosso.

    Em funcionamento desde o último mês de outubro, o sistema atende 12 sedes municipais e 173 localidades de 21 municípios, situados numa das regiões do estado mais castigadas pela seca. Entre as cidades beneficiadas estão, Capim Grosso, Capela do Alto Alegre, Pintadas, São José do Jacuípe, entre outros.

    O comerciante Silvio Maciel, 56 anos, conta que água do município era bastante salgada, servindo apenas para fazer as atividades domésticas. Segundo ele, para beber ou cozinhar era necessário comprar água mineral. “Até mesmo para tomar banho era complicado porque de tão salgada, a água cortava o sabão, ou seja, o sabonete não espumava. Agora, com a água doce saindo das torneiras, podemos até bebê-la”conta.

    A adutora, ligada à barragem de Pedras Altas, além de possibilitar água de qualidade para a região sisaleira, aumenta em 50% a oferta de água. De acordo com o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Cícero Monteiro, a Embasa está desenvolvendo projeto para ampliar o sistema integrado de abastecimento de Pedras Altas que vai atender mais quatro sedes municipais e a zona rural. Para esta segunda etapa estão previstos investimento de R$ 23 milhões.

    dssAlém da segunda etapa do sistema, a Embasa vai realizar estudo de viabilidade a fim de desenvolver projeto estruturante para a região. O projeto visa construir uma adutora de 200 quilômetros que levará a àgua do Rio São Francisco até a região sisaleira, aumentando ainda mais a oferta de água nas localidades que sofrem com a seca.

    “Essa adutora que vai trazer água do São Francisco para esta região vai resolver definitivamente o problema de abastecimento de água em todos esses municípios. É um projeto complexo e já iniciamos o processo dos estudos de viabilidade para dar solução ao problema de falta de água. Ao longo desses seis anos, levamos água para mais de três milhões de pessoas por meio de adutoras, cisternas, entre outras ações. Vamos trabalhar ainda mais para levar água para o semiárido”, enfatizou governador Jaques Wagner.

    Estrada recuperada

    Ainda no município, foi entregue a obra de recuperação da BA-130, no trecho de 15 quilômetros entre Capim Grosso e São José do Jacuípe. O governo investiu R$ 6,2 milhões na obra, beneficiando 10,2 mil pessoas residentes em Capim Grosso, São José do Jacuípe, Várzea da Roça, Mairi e Baixa Grande.

    Pela rodovia trafegam diariamente cerca de 460 veículos. Sua recuperação possibilita mais conforto e segurança aos motoristas, além de favorecer a economia local, baseada na agricultura e pecuária.