Agentes culturais de Cansanção e de vários municípios se reúnem no VIII Encontro do Fórum de Cultura, em Tucano

1395810_525478507537010_1167019742_nCom programação repleta de intervenções culturais, apresentações artísticas e debates a respeito de políticas culturais, o VIII Encontro do Fórum de Cultura acontece entre os dias 15 e 17 de novembro, no município de Tucano, e o município de Cansanção mais uma vez será representado pela coordenadora de Cultura Thaís Macêdo juntamente com sua equipe .

“A participação do território na V Conferência Estadual de Cultura foi positiva por ter reunido 20 municípios do território, discutido as propostas territoriais e ainda ter elegido um membro (primeiro suplente) para a gestão 2014 do Conselho Estadual de Cultura e um delegado para a Conferência Nacional de Cultura”, disse o conselheiro Sandro Magalhães.

SOCIEDADE – Na plenária de encerramento, os agentes culturais do Território do Sisal aprovarão a Carta de Tucano para a Conferência Nacional de Cultura, em alusão ao que foi proposto nas duas últimas conferências. O documento, escrito durante o VIII Encontro do Fórum de Cultura, dará voz à sociedade civil baiana no encontro nacional, que ocorre entre 27 de novembro e 01 de dezembro, em Brasília. Na carta estarão dispostos itens que refletem a percepção da sociedade civil a respeito do momento que vive o setor cultural baiano.

De acordo com Freitas Madida, um dos organizadores do fórum, a proposta é debater em âmbito nacional a construção do Sistema Nacional de Cultura e as leis de incentivo – por exemplo, a mudança da Lei Rouanet para o Projeto de Lei Procultura.

“É uma carta construída pela sociedade civil dentro do encontro e que vai ser lida na Conferência Nacional de Cultura. Nossa proposta é conseguir que a sociedade civil da Bahia tenha voz na conferência”, explica.

O ENCONTRO – Localizado a 252 quilômetros de Salvador, o município faz parte do Território de Identidade Cultural do Sisal e cede espaço para agentes culturais e interessados analisarem e debaterem a conjuntura das políticas públicas de cultura da região.

Freitas Madiba afirma que há expectativa de que os 20 municípios componentes do território enviem representantes. “Nossa expectativa é consolidar o fórum e ter número significativo de cidades do território presentes. Esperamos garantir a realização de tudo que a programação propõe e analisar a V Conferência Estadual de Cultura”, explica.

Durante o encontro está agendado passeio a Caldas do Jorro, distrito hidromineral de Tucano, com intervenções culturais de grupos artísticos do Território do Sisal, como o grupo de samba e cantiga de roda Pavão Dourado. A Virada Cultural promete agitar o encontro na noite de sábado, 16, com apresentações musicais associadas a intervenções poéticas e recitais.

O VIII Encontro do Fórum de Cultura é parte do Fórum Estadual de Cultura da Bahia. No espaço, pessoas físicas e jurídicas envolvidas com a cultura podem discutir, articular e acompanhar execução de projetos, ações e programas realizados por órgãos governamentais. De acordo com a página online do Fórum de Cultura, a instância é apartidária e aberta à cooperação com órgãos governamentais e abrange 417 municípios do estado.