Aliados defendem estratégias para turbinar candidatura de Rui Costa

rui-costa2O fato de o petista Rui Costa, que encabeça a chapa majoritária do seu partido para a sucessão de outubro, ser desconhecido para a grande massa populacional parece não ser importante para os partidos aliados do governador Jaques Wagner. Questionados sobre o assunto, todos os membros dos partidos que já declararam apoios são enfáticos ao dizer que o fato é uma estratégia positiva e que vão trabalhar intensamente para eleger o novo governador.

Em contato com a Tribuna, Rui Costa e Otto Alencar lembraram que nesta semana começa a caravana pelo interior. “Sábado vai ser em Feira de Santana, onde o PT e os partidos aliados estarão ouvindo a sociedade, para montar o programa de governo, e domingo em Serrinha, sempre às 9h”, informa Rui. Para o pré-candidato ao Senado, a pré-campanha está a todo vapor, com viagens para diferentes regiões do estado. “A candidatura do Rui está bem aceita por todos os grupos partidários da base, estão trabalhando com entusiasmo. Só falta agora o nome para o vice, e acho que não vai haver nenhum tipo de discórdia por conta disso não”.

O presidente do PCdoB na Bahia, deputado Daniel Almeida declarou que o fato de Rui ser desconhecido ajuda. De acordo com Almeida, as eleições de Dilma e Haddad foram assim. “Então nós temos muitos casos, se tem bons projetos e um candidato preparado, o fato de ele não ser conhecido, longe de ser uma desvantagem, acaba sendo uma vantagem”.
Nesse processo de conhecer o candidato, o governador Wagner apontou que a campanha começa a rodar efetivamente a 90 dias do processo eleitoral. “Nós estamos falando de julho para lá, não é só porque tem Copa do Mundo aqui, é porque é assim que funciona na cabeça das pessoas. Então para mim o ser conhecido é uma capacidade de expansão”.

Marcelo Nilo e Mário Negromonte dividem a mesma opinião de que o nome de Rui Costa é o mais forte entre os que foram colocados para governo. “O nome de Rui, se com certeza nós trabalharmos todos juntos, é o favorito”, aponta Nilo. Para Negromonte, Costa tem currículo. “Lógico que nós vamos levar para os municípios para que as pessoas conheçam a mente dele, ou seja, as suas propostas e ideias, aí sim, aí nós vamos fazer esse trabalho”.

Na próxima segunda-feira (10), é a vez do PR anunciar oficialmente apoio ao projeto de Rui. Segundo o presidente do partido na Bahia, deputado federal Zé Rocha, o ato terá a participação do ministro dos Transportes, César Borges. “O PR está integrado na pré-campanha de Rui, estamos nos reunindo com o ministro César Borges e estamos convocando todos os nossos correligionários do interior para vir para este evento”.

Tribuna da Bahia