Anivesário de 30 anos da CUT homenageia mensaleiros

LulaEnquanto o Supremo Tribunal Federal (STF) avalia os embargos dos condenados no esquema do mensalão, três réus no processo foram homenageados nesta quarta-feira (28), na festa do aniversário de 30 anos da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

São eles o ex-ministro José Dirceu, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o ex-presidente do partido José Genoino. Dirceu e Delúbio estiveram na festa, enquanto o terceiro companheiro só não foi por orientação médica, pois deixou na semana passada o hospital, após uma cirurgia na artéria aorta. O presidente da CUT, Vagner Freitas, afirmou que gostaria de homenager “dois companheiros que iluminam a militância cutista”. “Eles não têm medo de fazer política, de sair na rua de cabeça erguida e dizer: ‘nós mudamos esse país, criamos um partido e uma central que mudariam o Brasil. Zé Dirceu e Delúbio, que orgulho enorme que nós temos de vocês. Temos muito orgulho dos nossos militantes e dos nossos companheiros”, declarou o sindicalista.

O ex-presidente Lula, que discursou no evento, conversou com Dirceu durante as oratórias e ainda citou o mensaleiro. Após classificar como “abomináveis” os protestos de médicos brasileiros contra a vinda de profissionais cubanos, Lula disse que o que impede que o governo melhore o sistema de saúde é a falta de financiamento.”A elite brasileira derrotou a CPMF, tirando R$ 50 bilhões por ano que eram destinados à saúde.

e tivessem feito manifestação na rua naquela época, a gente não teria perdido. Quando derrotaram a CPMF, Zé Dirceu, não foi por causa do dinheiro, mas porque aqueles 0,38% que eram cobrados em cada cheque eram a forma mais barata de combater a sonegação que muita gente pratica neste país”, afirmou.

Bahia Notícias