Aos 73 anos, ator da Globo é diagnosticado com hidrocefalia

Aos 73 anos e afastado da TV desde 2016, quando interpretou o senador César Venturini em “A lei do amor”, Otávio Augusto se recupera de um procedimento feito há duas semanas – o segundo em 2018 – para tratar uma arritmia cardíaca:

– Esses dois últimos anos foram muito complicados, mas agora estou praticamente bom. Foi um susto, mas não tem jeito: chega uma época da vida em que a gente começa a ficar enferrujado. Brinco com os médicos e digo que daqui a pouco vou estar pagando sozinho o IPTU do hospital, de tanto que gastei lá.

Foto reprodução

Além dos problemas cardíacos, Otávio recebeu ainda o diagnóstico de hidrocefalia depois de passar mal durante os ensaios para viver Dodô na novela “Segundo Sol”. Ele acabou substituído por José de Abreu.

– Esse diagnóstico explicou não só o episódio de mal-estar durante o ensaio, mas os problemas com a memória que eu vinha apresentando há bastante tempo. No ano passado, passei por um procedimento para aliviar a pressão no cérebro – conta.

Em plena recuperação, o ator decidiu voltar ao teatro em outubro com o espetáculo “A tropa”. – Consegui fazer as apresentações depois do tratamento do coração e foram ótimas, um grande teste para constatar que a memória voltou a funcionar. Agora, estou louco para retomar o trabalho na TV, afinal, preciso pagar as minhas contas. Os meus remédios triplicaram de preço – afirma ele, que recentemente fez uma participação na série “Hebe”, no papel do apresentador Chacrinha.

Casado há 32 anos com a atriz Cristina Mullins, Otávio diz que a ajuda dela foi fundamental durante o processo: – Ela está do meu lado o tempo todo, cuida de tudo. É o meu amor e minha melhor amiga.

Patricia Kogut, da Agência O Globo

....

COMPARTILHAR