APLB faz protesto por julgamento de morte de professores na Bahia

    protesto_aplb_centro_salvadorA Associação dos Professores Licenciados da Bahia (APLB) de Porto Seguro, no sul do estado, está fazendo uma manifestação na manhã desta quinta-feira (23) em frente a sede do Tribunal de Justiça (TJ – BA), no Centro Administrativo (CAB), em Salvador.

    Segundo o sindicato, cerca de 150 pessoas estão no local desde às 9h. Elas pedem pressa no julgamento do caso do assassinato de dois professores de Porto Seguro, em 2009. Segundo Euvadelis Pereira, presidente da Delegacia Sindical da Costa do Descobrimento, os suspeitos do crime têm entrado com recursos, por isso ainda não foram julgados. Os manifestantes vão continuar em frente ao TJ até que sejam recebidos para tratar do assunto, informou Euvadelis ao G1.

    Participam do protesto diversos representantes da APLB do extremo sul e norte da Bahia, além de trabalhadores em Educação de Salvador. De acordo com o presidente da Delegacia Sindical, às 15h desta quinta-feira (23) eles devem seguir para a Praça da Piedade para continuar a manifestação e onde têm um encontro marcado com o Presidente da OAB-BA, Luiz Viana Queiroz.

    Procurada pelo G1, a Assessoria de Comunicação do TJ-BA disse que não vai se pronunciar sobre o caso.