Após determinação do TCM, prefeito de Cansanção fala sobre festa de Senhora Santana e diz que fará festejos juninos em apenas 4 povoados

Após o Tribunal de Contas dos Municípios informar em nota que vai acompanhar rigorosamente gastos realizados pelos prefeitos com festas juninas ou outros eventos festivos custeados com recursos públicos o prefeito de Cansanção, Paulo passos, informou ao Portal que vai agir com o máximo de cautela na realização dos festejos juninos e na tradicional Festa de Senhora Santana.

A determinação veio do presidente, o conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, para “impedir gastos irrazoáveis, principalmente em municípios que sofrem os efeitos da longa estiagem e que estão, em alguns casos, em situação de emergência”. O controle será feito por inspetores regionais de controle externo, que devem lavrar termo de ocorrência quando forem constatados abusos com despesas envolvendo a promoção de festas, comemorações e a contratação de músicos e cantores.

De acordo com Francisco, a Procuradoria Geral da Justiça da Bahia está atenta a excessos que por ventura venham a ser cometidos pelos prefeitos. “Tanto que já orientou os promotores e procuradores de justiça a acompanhar, fiscalizar, monitorar e, se necessário propor medidas judiciais a fim de coibir gastos desarrazoados com festejos”, consta na nota. O presidente afirma que muitos prefeitos têm sido punidos com multas e também tem sido denunciado ao Ministério Público Estadual para eventual investigação de crimes administrativos. “É preciso que os gestores públicos tenham consciência das dificuldades econômicas e da grave situação enfrentada pelos municípios e pelas populações. É preciso que elejam prioridades, e é de bom senso que festas não estejam entre elas”, frisou.

Preocupado com a crise e com os problemas jurídicos que teria que enfrentar em caso de exagero, o prefeito Paulinho afirmou que seguirá a determinação do Tribunal de Contas e no mês de junho realizará apenas as festas tradicionais dos povoados de Aroeira, Deixaí, Capoeiras, Jatobá e o Arraiá da Aurora na sede.

Sobre os festejos de Senhora Santana, Paulinho relembrou que 2016 foi um ano chuvoso onde os reservatórios de água do município estavam cheios, por isso fez uma festa marcante que movimentou a economia local, porém em 2017 o quadro é delicado Nos dias 28, 29, e 30 de julho faremos uma festa muito boa, inclusive já temos atrações confirmadas, porém o município está em estado de emergência, após essa nova determinação do TCM, tivemos inclusive que cancelar uma atração sertaneja de renome que já estava pré-confirmada, apesar de nosso município ser um dos poucos da região a ter dinheiro em caixa, a nossa prioridade é servir a nossa comunidade e estar preparado até mesmo para uma seca mais prolongada, vamos festejar sim, mas com responsabilidade disse Paulo Passos.

....

COMPARTILHAR