Após rebanho ser dizimado pela seca, Milho do Governo para ração animal começa a chegar à Bahia

    milho bahiaO Governo esperou grande parte do rebanho de milhares de sertanejos morrer com a fome causada pela maior seca dos últimos 60 anos para poder entrar em ação. Após os agricultores do sertão comemorarem as primeiras chuvas de inverno e os bichinhos encherem a barriga com o mato e capim que já nasceu, finalmente o milho da CONAB chegou. E agora? o que devemos fazer com tanto milho? Veja a boa notícia!

    A semana começou com boa notícia: dos nove novos pólos de comercialização do milho, conseguidos pelo governo baiano, cinco deles já receberam parte do milho previsto para ser comercializado por meio do Programa Venda Balcão, da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), com limite máximo de seis mil quilos por produtor. Jacobina, Baixa Grande, Amargosa, Paramirim e Chorrochó são as cidades contempladas até o momento.

    Até o final desta semana deverá chegar o milho nos demais pólos, compreendidos pelos municípios de Bom Jesus da Lapa, Maracás, Ponto Novo e Remanso. De acordo com o cronograma estabelecido, nesta semana está prevista a chegada de 30% do lote e, até o dia 1º de junho, aproximadamente 17 mil toneladas do grão chegarão. O milho, que será utilizado para ração animal, deverá ser vendido por R$ 18,12 a saca.

    Com informações da Ascom Seagri BA