Araci: “coincidências” juntam doação de campanha e contratos na prefeitura

antonio_silva_neto_araciNovas denúncias contra a gestão do prefeito de Araci, Antônio Carvalho da Silva Neto (PDT), chegam ao Bocão News. Além das acusações de nepotismo por parte de seus secretários, o gestor é acusado de favorecer empresas que financiaram sua campanha em 2012. Dentre os benefícios estão a entrega de cargos de confiança e a participação de empresas em processos com dispensa de licitação.

O atual secretário da Fazenda do município, Glauco Nery de Almeida, realizou uma doação à campanha do pedetista de R$ 2,5 mil. A empresa Arruda Comércio de Derivados de Petróleo Ltda foi contratada por dispensa de licitação para fornecer gasolina e óleo diesel para o abastecimento dos veículos utilizados nas secretarias. A empresa fez uma doação de R$ 40 mil. A Arruda chegou a faturar cerca de R$ 1,2 milhão.

Outra empresa beneficiada é a M.B. Solutions Informática Ltda, também contratada por dispensa de licitação para prestar serviços de consultoria, criação e implantação de sistema, e cessão de uso de softawes. A M.B doou R$ 15 mil à Silva Neto e faturou R$ 78 mil.

Dentre as doações estão a da empresa MRM Construtora, empresa do ex-deputado Félix Mendonça, que realizou o maior depósito para a campanha do pedetista: R$ 175 mil.

Sobre o assunto, Silva Neto confirmou as doações das empresas para sua campanha e garantiu que não há nenhuma irregularidade no processo de contratação. “Elas participaram de um processo normal e não há nenhuma ilegalidade nisso. Não existe infração”, asseverou.

O pedetista ainda ressaltou que nunca recebeu notificações do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). “Isso mostra que nossa administração está regular. Não existe irregularidades”.

Bocão News