Arena Fonte Nova é inaugurada com presença de Dilma Rousseff

    dilma_1A Arena Fonte Nova, estádio de Salvador construído para a Copa das Confederações, em junho, e para a Copa do Mundo, em 2014, foi oficialmente inaugurada na manhã desta sexta-feira (5), pela presidente Dilma Rousseff, o governador da Bahia, Jaques Wagner, e o prefeito da capital baiana, ACM Neto. Os ministros dos Esportes, Aldo Rabelo, do Transporte, César Borges, da Justiça, José Eduardo Cardoso, a secretária para Promoção da Igualdade Racial da Bahia, Luiza Bairros, além de representantes do Consórcio Arena Fonte Nova, também participaram da cerimônia. Descalça, a presidente chutou uma bola, no meio do campo, ato que simbolizou a inauguração do equipamento multiuso.

    Representantes de movimentos sociais, crianças, operários que trabalharam nas obras da arena e ex-jogadores acompanharam o evento da arquibancada do estádio. Pouco antes do início da inauguração, operários que torcem pelo Bahia vibraram na plateia levantando bandeiras do time e gritando o nome do clube.

    Acompanhada do governador da Bahia, e das demais autoridades, a presidente visitou as instalações do estádio, como vestiários, restaurante e depois seguiu para o gramado.

    eloicorrea_govba_2_1Em seguida, a cerimônia foi oficialmente aberta com o Hino Nacional, entoado pela cantora Will Carvalho. A primeira mulher a trabalhar nas obras de construção da Arena Fonte Nova, Flor, entregou uma rosa de metal a Dilma Rousseff durante o evento. Logo depois, a presidente falou sobre a importância do estádio para a Bahia. A capital baiana é a terceira cidade-sede dos jogos da Copa a entregar o estádio. O primeiro foi a Arena Castelão, em Fortaleza, e o segundo o Mineirão, em Belo Horizonte.

    Do lado de fora da Arena, cerca de 20 baianas de acarajé fizeram uma manifestação pacífica em prol da liberação do comércio das baianas dentro do equipamente e no entorno. De acordo com normas gerais da FIFA, dentro de um raio de 2km dos estádios da Copa é proibido o comércio ambulante.

    Estrutura
    Foram dois anos e oito meses, contados desde a implosão da antiga Fonte Nova, até a inauguração da Arena. Cerca de quatro mil pessoas trabalharam nas obras durante esse período. Inicialmente, o estádio deveria ser entregue em dezembro de 2012.

    Após um novo prazo, a data passou para 28 de março. A arena foi entregue simbolicamente pelo Consórcio responsável pelas obras ao Governo do Estado no dia 8 março.

    O estádio foi entregue com capacidade de 50 mil torcedores na arquibancada fixa. A estrutura móvel, que será usada apenas para eventos da Fifa, terá capacidade para 5 mil pessoas. Essa fase da obra precisa ser concluída até o dia 29 de maio, quando a Fifa assume a Arena Fonte Nova.

    A estrutura tem ainda restaurantes e estacionamento com capacidade para duas mil vagas.

    Ba-Vi
    A Arena Fonte Nova será aberta para jogos com o maior clássico do futebol do nordeste, no domingo (7). Bahia e Vitória se enfrentam pelo Campeonato Baiano, às 16h. Os ingressos para a partida estão esgotados.

    Antes do jogo, artistas como Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Margareth Menezes, Márcia Short, Mariene de Castro e Dan Miranda, vocalista da banda Filhos de Jorge, e Olodum farão uma festa para os torcedores preseentes no estádio. O evento está marcado para começar às 14h30. O espetáculo será dirigido por Fábio Almeida e terá direção artística de Elísio Lopes. A execução do Hino Nacional ficará a cargo da banda Olodum e o ator baiano Fábio Lago será o mestre de cerimônia. Os portões serão abertos às 11h30.