Atolado em dívidas, Corinthians deve dois meses de salários

pato_nao_pode_jogar_pelo_sao_paulo_no_campeonato_paulista_9yndPrimeiro a Ponte Preta reclamou que os valores das mensalidades pelo empréstimo de Ferrugem estavam atrasadas. Depois, alguns jogadores do elenco, como o volante Ralf, ficaram até dois meses com os direitos de imagem atrasados e agora o Corinthians ganha mais uma reclamação de calote para a sua coleção. Emprestado ao São Paulo, o atacante Alexandre Pato alega não ter recebido os salários dos meses de setembro e outubro do Timão. Por mais que tenha contrato com o São Paulo até o final de 2015, Alexandre Pato ainda tem 100% de seus direitos econômicos ligados ao Corinthians. No contrato de ambos os clubes, o Timão paga metade dos R$ 800 mil mensais recebidos pelo atacante (R$ 400 mil), mas vem atrasando esses pagamentos. A questão do atraso salarial de Alexandre Pato está diretamente ligada a crise econômica vivida pelo Corinthians sob a gestão de Mário Gobbi. Somente com a nova arena, o clube tem uma dívida de R$ 100 milhões a ser paga até o final de 2015. Com isso, os salários dos atletas são frequentemente atrasados. O clube prefere criar dívidas com jogadores que não estão mais no elenco para que a crise não se estenda para dentro de campo. Não é a primeira vez que Alexandre Pato reclama de atrasos de salários. Logo após a Copa do Mundo, o atacante chegou a declarar que parte de seus salários pagos pelo Tricolor ainda não tinham sido acertados. (Tribuna da Bahia)