Ator de “Chaves” nega Covid-19 e culpa “maçonaria e Bill Gates”

O ator Carlos Villagrán, que ficou conhecido por interpretar Quico no programa “Chaves”, surpreendeu os fãs ao negar a existência do novo coronavírus e apresentar uma teoria bastante peculiar (sem qualquer embasamento científico) para tudo o que está acontecendo no mundo. Para o mexicano de 76 anos, há uma conspiração por trás da pandemia da Covid-19, envolvendo a maçonaria, Bill Gates e a internet 5G.

“Depois de nos prenderem, eles começaram a colocar antenas para 5G, que têm milhares de antenas colocadas em universidades, escolas, tudo e satélites de baixa altitude com mais de 6 mil satélites. Então, eles querem criar uma rede até 2030, para controlar o que é chamado de população mundial. É um culto realizado pela Maçonaria, e Bill Gates está por trás de tudo, e há muitas pessoas por trás disso”, afirmou.

carlos villagran1
Foto reprodução

De acordo com o jornal argentino “La Nación”, Carlos está em quarentena com a mulher, Rebeca Palacios, em Houston, nos Estados Unidos, onde tem uma casa de veraneio.

Questionado se estava cumprindo com as orientações de isolamento social e cuidados diários de saúde, como lavar as mãos, ele disse que “definitivamente” está. O humorista afirmou ainda que tem bebido sucos com ingredientes naturais para aumentar suas defesas.

“E eu vou lhe dar uma razão muito poderosa. Bruxas não existem, mas voam, voam, voam”, acrescentou.