Bahia: Balconista dá 3 tiros em amigo que pediu uma motocicleta emprestada

    c2cff9e9c9835581ddfdc43eb71bca5e_621936e4232527d7e113efd630522e5bSentindo-se ameaçado por não querer emprestar sua motocicleta a um colega, o balconista Jonathan Vilas Boas Oliveira, o “Juntinha”, de 19 anos, que desferiu três tiros em Tiago Souza Almeida, 20, foi indiciado pelo titular da Delegacia de Homicídios, de Vitória da Conquista, delegado Neuberto Costa, por tentativa de homicídio.

    O crime aconteceu em fevereiro deste ano, no bairro Henriqueta Prates, naquela cidade, e, desde então, Juntinha encontrava-se escondido em São Paulo, de onde voltou há alguns dias. Ao saber que estava sendo procurado pela polícia, se apresentou espontaneamente, no início da semana, à DH/Conquista, onde revelou ter sido ameaçado de morte depois que se recusou a emprestar a motocicleta.

    Assustado, uma vez que Tiago já responde por homicídio, Juntinha disse ao delegado que foi até à sua residência, pegou um revólver calibre 38 e foi atrás da vitima. Em seguida, para não ser preso fugiu no mesmo dia para São Paulo. Ele não tinha passagens em delegacias.

    Depois de confessar o crime e informar que a arma usada para ferir Tiago estava escondida em sua casa, Jonathan foi liberado. O revólver calibre 38 foi apreendido pelos policiais da DH e o delegado Neuberto ainda indiciou o criminoso por posse ilegal de arma de fogo.

    Tribuna da Bahia/Foto ilustrativa