Baiana de 18 anos muda rotina e é aprovada na USP, Unicamp e UFBA

foto_annie-1Disciplina, planejamento e dedicação.  Esses são os principais elementos que contribuíram para o sucesso da estudante de Salvador, Annie Queiroz Piva, de 18 anos, aprovada em Engenharia Aeronáutica na Universidade de São Paulo (USP), em Engenharia Mecânica na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e em Mecatrônica na Universidade Federal da Bahia (UFBA). Ela optou pelo curso da USP, com início marcado para o primeiro semestre de 2014.

Annie concluiu o ensino médio em 2013 pelo Colégio Militar e conta que desde o início do ano começou a intensificar os estudos em busca da aprovação no vestibular. “Eu estava fazendo colégio de manhã, de tarde ia para o cursinho e à noite e no final de semana estudava os assuntos que tinham sido dados”, conta. “Eu saía muito com minhas amigas, mas tive que abrir mão para me dedicar. Inclusive, deixei de dormir”, confessa, rindo.

A estudante revela que, para se manter estimulada com a dura rotina, traçou pequenas metas de estudos ao longo do ano. “Como o vestibular é só no final do ano, acho que se ficar só pensando nele você fica meio desestimulada, porque é muito longe. Por isso, eu traçava pequenas metas. Pensava em concluir determinados assuntos em tais dias para assim me sentir estimulada”, diz.

Para Annie, o apoio dos pais foi fundamental para conseguir lidar com a rotina de estudos. “Eles sempre me apoiavam muito. Às vezes, eles viam que eu estava estressada, não conseguia absorver mais nada porque tinha estudado muito e estava cansada, e me chamavam para ir ao cinema”.

Após o esforço, veio a aprovação nos vestibulares e a realização do sonho. “Escolhi Aeronáutica porque foi o que eu sempre quis fazer e aqui não tem. É uma felicidade tamanha. Quando soube, comecei a chorar, a pular. Foi muita alegria, porque foi o resultado de muito esforço”, afirma.

Antes temerosa pelos assuntos que iriam estar na prova do vestibular, a estudante agora se preocupa em como será a nova vida longe de Salvador. “Estou indo hoje [domingo] para lá [São Paulo]. No início meus pais vão ficar comigo para procurar apartamento, mas depois vou morar sozinha. Vou ficar longe de todo mundo, da família, dos amigos. Estou com frio na barriga, mas ao mesmo tempo feliz pela conquista”, afirma.

G1/BA