Baiano infectado com a Delta não usava máscara, recusou vacina e trabalha com o público

Um dos casos da variante Delta do coronavírus detectados pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) foi registrado na cidade de Feira de Santana, a 109 km de Salvador.

5a4d14b9 8458 47aa 9297 7cf507b28a59
Foto reprodução

O infectado é um homem de 52 anos que apresentou sintomas no dia 20 de julho, e não estava vacinado, de acordo com a infectologista coordenadora do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, Melissa Falcão.

Durante uma entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (27/8), o prefeito Colbert Martins informou que o paciente não tinha costume de usar máscara frequentemente e trabalhava em um estabelecimento comercial. “Ele não usava máscara regularmente e convivia com muitas pessoas durante o dia, podendo ter transmitido para outras pessoas”.

Na oportunidade, Colbert garantiu que pretende publicar decretos para exigir a vacinação entre prestadores de serviços, servidores da Prefeitura e para os prestadores de serviço em geral, como atendentes de shoppings, estabelecimentos comerciais e salões de beleza.

Apesar de ter idade para se vacinar, ele optou por não tomar o imunizante. O homem teve tosse, dor no peito e perdeu olfato e paladar. O paciente mora sozinho e não saiu do município. A expectativa é que ele não tenha transmitido o vírus. Pessoas que tiveram contato com ele no estabelecimento comercial estão sendo rastreadas pela Prefeitura.

Os outros casos da variante Delta foram identificados no município de Vereda, na região de Porto Seguro, e em um navio que, de acordo com Colbert, está ancorado na Baía de Todos-os-Santos. (AratuON)