Bandidos sequestram gerente e roubam Bradesco de Valente

bradesco_valente_assaltadoHomens armados com pistolas renderam na noite da terça-feira, 04/02, por volta das 20h30, o Sr. José Neilson, 35 anos, gerente da agência Bradesco da cidade de Valente quando o mesmo chegava à sua residência.

Segundo informações registradas no boletim de ocorrência na delegacia local, por volta das 13h30 de quarta-feira, 05/02, as polícias Civil e Militar receberam a informação de populares que havia uma movimentação estranha na agência do Bradesco na Rua Vicente Feliciano no centro da cidade e que a mesma encontrava-se fechada para o atendimento ao público. Diante disto, os policiais foram até o local para averiguar o que estava acontecendo e ao chegar encontraram o gerente e sua esposa juntamente com outros funcionários bastante abalados.

O gerente Neilson relatou aos policiais que foi mantido refém junto com sua esposa durante toda à noite em sua residência por dois homens armados e que pela manhã os assaltantes mandaram ele ir até a agência do banco no horário normal de funcionamento e sem levantar suspeita recolhesse o dinheiro que havia na agência e fosse ao encontro deles próximo ao povoado de Ouro Verde na cidade de São Domingos onde seria feita a troca do dinheiro pela sua esposa. Ainda segundo ele, ao chegar ao ponto combinado em seu carro, por volta das 11h00, os meliantes vieram ao seu encontro trazendo sua esposa e após pegar o malote com o dinheiro mandaram que os dois ficassem dentro do carro de cabeça baixa. Em seguida, tomaram seu celular, a chave do carro e colocaram em uma árvore há poucos metros à frente e avisaram que só pegassem os objetos quando eles se evadissem do local.

Questionados pelos policiais a respeito do comportamento dos meliantes para com eles, informaram que a todo o momento os assaltantes diziam que não lhes fariam nenhum mal que queriam apenas o dinheiro do banco. Disseram ainda que durante a ação puderam ver 3 homens, 2 ficaram na residência e 1 saiu em um carro prata que eles não souberam informar qual o modelo. O casal informou que os assaltantes estavam de cara limpa, usando apenas um boné para disfarçar e mandavam que não olhassem para eles e ficassem todo o tempo de cabeça baixa. Neilson acredita que haviam mais 2 ou 3 elementos em outro carro dando apoio à quadrilha.

O comando da 4ª Companhia da Polícia Militar foi informado da ação e as equipes de toda a região foram acionadas na busca de tentar localizar os criminosos, mas até o fechamento desta matéria ainda não havia obtido êxito. O valor levado pela quadrilha não foi revelado.

Informações e Foto: André Franco/Notícias do Sisal