Bendegó: PM recupera carreta e carga roubada

Na manhã deste sábado (11), por volta de 10h20, policiais militares da 5ª Cia de Canudos/5º BPM, que realizava abordagens no Distrito de Bendegó/Canudos, foram comunicados pelo seu comandante, ten. Diniz Cavalcante, via rádio, que entre as localidades de Simplício e Formosa, estaria acontecendo uma transferência de carga, levantando a suspeita de que se tratava de ato ilegal, já que o trecho tem o histórico de roubo de carga, pneus completos de carretas estacionadas em postos de combustíveis, sequestro de motorista, assalto, etc.

Foto reprodução

Conhecedores da situação e atentos aos fatos ocorridos, a guarnição foi deslocada imediatamente para o local indicado, porém, neste primeiro momento, nada de anormal foi visualizado e resolveu, a GU, prosseguir na investigação e, mais adiante, já no povoado de Formosa, onde por meio de informações de populares ficaram sabendo que a 06 km dali, na Rodovia BR 116/Norte (Santos Dumont), havia uma carreta abandonada em uma estrada vicinal. Um novo deslocamento foi feito e ao chegarem ao local indicado foi, de pronto, visualizado o veículo Scania, cor predominantemente branca, R124GA4X2NZ360, placa GVI 6559, licença de Lagoa da Prata MG, sendo comprovada a veracidade da informação.

Foto reprodução

O veículo havia sido roubado no dia anterior, em Juazeiro/BA, e o motorista liberado na Rodovia BR 235, Perimetral Leste, – que liga o estado de Sergipe a Juazeiro, Norte da Bahia, passando por cidades como Cel. João Sá, Jeremoabo, Canudos, Uauá-, entre a cidade de Uauá e o povoado de Caratacá. Após ter sido solto pelos meliantes, procurou a polícia e foi orientado a registrar um boletim de ocorrência na 1ª DT da 25ª Coorpin, em Euclides da Cunha.

Foto reprodução

Alertadas sobre o fato, duas guarnições da Polícia da Caatinga comandadas respectivamente por um tenente e uma sargento, chegaram ao local e assumiram a ocorrência, já que são especializadas no combate ao roubo de carga, sequestro de motorista, assalto a banco, carro forte, etc. A GU da 5ª Cia recebeu o devido agradecimento e retornou para Bendegó. A carga roubada tratava-se de leite em pó de marca bastante aceita entre os consumidores, acondicionado em embalagem plástica, por tanto, muito fácil de ser comercializada com receptadores, quiçá, até previamente encomendada por comerciantes inescrupulosos.

Foto reprodução

Um contato foi feito com as empresas responsáveis pela carga e pelo caminhão, para que fosse providenciado a remoção da mercadoria, que já se encontrava totalmente descarregada, provavelmente aguardando por outro caminhão para ser transportada para um depósito clandestino, ou para algum comércio previamente acertado, como de costume. Não houve prisão, pois, ao pressentir a aproximação da polícia, os criminosos evadiram-se do local.

Fontes: Polícia Militar e José Dilson Pinheiro/Euclidesdacunha.com

....