Bispo Edir Macedo critica pastores e diz que “Jesus não seria contra os gays”

edir-macedoNa última semana, durante o seu programa diário “Palavra Amiga”, o bispo Edir Macedo, 70 anos, declarou não ter nada contra homossexuais. E não foi só isso. Ainda no programa, ele afirmou que “nem Deus faria isso”. O religioso chegou a criticar a postura de alguns pastores evangélicos.

“Nós da Igreja Universal do Reino de Deus, não impomos nada contra ninguém. Há muitos crentes, pastores e igrejas levantando uma bandeira contra o movimento gay, contra o casamento homossexual, contra lésbicas, etc, etc, etc. Eu me pergunto: Jesus faria isso se estivesse vivendo no nosso tempo? Eu não creio que ele faria, porque no tempo dele já havia homossexuais, lésbicas e etc”, disse.

Segundo ele, Deus deu o direito de “escolha” para cada um, e que não cabe a ele julgar a fé alheia. “Cada um segue a sua fé, se a pessoa tem fé de ser homossexual, o problema é dela. É uma situação pessoal, não sou eu que vou impor a minha fé pra ela, de forma nenhuma. Nem Deus faz isso. Deus não faz isso”.

Confira o comentário na integra:

“Nós da Igreja Universal do Reino de Deus, não impomos nada contra ninguém. Há muitos crentes, pastores e igrejas levantando uma bandeira contra o movimento gay, contra o casamento homossexual, contra lésbicas, etc, etc, etc. Eu me pergunto: Jesus faria isso se estivesse vivendo no nosso tempo? Eu não creio que ele faria, porque no tempo dele já havia homossexuais, lésbicas e etc. Jesus não falou nada. Jesus não levantou uma bandeira ‘olha vocês tem que falar contra o homossexualismo, que é proibido, que não deve’, nada disso. Eu não vou me envolver, eu não vou falar, eu não vou levantar bandeira, eu não vou criticar uma pessoa porque ela é homossexual, porque ele vai casar com outro homem, ou uma mulher que vai casar com outra mulher. Isso é problema deles. Deus nos deu o direito de escolher, de optar a nossa vida. Cada um segue a sua fé, se a pessoa tem fé de ser homossexual, o problema é dela. É uma situação pessoal, não sou eu que vou impor a minha fé pra ela, de forma nenhuma. Nem Deus faz isso. Deus não faz isso”.