Caminhoneiro é brutalmente assassinado por amigo de infância na Bahia por causa de mulher

53cvxnokyd_61mtgjusrq_fileUm caminhoneiro foi morto a tiros devido à inveja e ciúmes na capital baiana. Cláudio Batista da Silva, 33 anos, foi assassinado pelo amigo de infância, o microempresário Joel Santana dos Santos Souza, 36, que era ex-marido da namorada da vítima. O crime ocorreu em via pública. Cláudio saiu de casa para comprar carvão para fazer um churrasco para a família. Na hora do homicídio ele estava dirigindo e foi surpreendido por Joel, que vinha do outro lado da rua em um carro e parou ao lado da vítima, pediu para baixar o vidro e efetuou vários tiros.

O carro desceu a rua e só parou ao bater em uma caixa coletora de lixo. Dentro do veículo de Cláudio estava o cunhado, que também foi atingido por dois tiros, um no relógio e outro no bolso da calça.

5itzribvqa_6i5ujmjkkh_fileGilcélia Oliveira, namorada da vítima, não entende por que o ex-marido cometeu o crime.

— Eu tento me perguntar o por que dele fazer isso, eu não entendo. Não sabia que tinha esse lado cruel dele. Ele foi calculista porque não teve briga, não teve discussões, nenhuma, não teve olhar feio, nada. O Joel tirou ele de mim (sic). Ele queria me ver infeliz, ele está me vendo infeliz agora.

No dia do crime, a mãe da vítima, Nicinha Silva, falou com o assassino e não imaginava que horas depois, o filho seria morto pelo amigo.

O assassino se apresentou à polícia acompanhado de um advogado. Na delegacia, o acusado disse que o crime não teve motivação passional. Ele afirmou que tinha desentendimentos com Claudio e estava recebendo ameaça de morte por causa de uma dívida. A família da vítima não acredita na versão do acusado e pede por justiça. (Com informações do R7/BA)