Cansanção: Após protesto de moradores, mineradora emite comunicado

previewApós protesto dos moradores do Assentamento Nova Esperança em Cansanção na manhã de ontem (15) contra a mineradora Yamana Gold, no qual os moradores denunciam estar sofrendo com problemas de saúde, poluição da água, odor do cianeto, poeira, barulho e tremores provocados por explosivos, a empresa Yamana Gold enviou um comunicado a imprensa na manhã de hoje (15).

Comunicado oficial

O projeto C1 Santa Luz, da Mineração Fazenda Brasileiro, informa que está em contato com moradores de Nova Esperança para solucionar qualquer impasse por meio de um diálogo aberto e entendimento entre as partes. A empresa age com total transparência em suas ações e profundo respeito à comunidade, mantendo um canal direto com os moradores, além de realizar programas que visam levar informações e ouvir os desejos e anseios dos habitantes.

O projeto C1 Santa Luz tem participado como parte interessada e não tem medido esforços para que o processo de negociação de reassentamento para novas áreas avance de forma estruturada, mas informa que questões como esta são coordenadas diretamente pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). O órgão é responsável por implementar a política de assentamento e realizar o ordenamento fundiário nacional, contribuindo para o desenvolvimento rural sustentável. Este processo tem evoluído de forma estruturada e dentro de um cronograma, de conhecimento dos assentados, e qualquer mudança é notificada previamente.

O empreendimento oferece todo o apoio necessário às famílias residentes nas proximidades do projeto e informa que realiza constantemente monitoramentos ambientais exigidos pelos órgãos regulatórios, além de implantar um sistema que monitora os ventos, emite menor ruído e reduz a emissão de poeira, ficando abaixo do limite permitido pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA).

Moradores do Povoado de Nova Esperança/Cansanção interditam principal Via de acesso a Yamana em Santaluz