Cansanção: Justiça volta a indeferir processo movido pelo vereador Cirilo contra o prefeito Ranulfo

imgJá em segunda instância, por decisão unanime, a Justiça Eleitoral julgou improcedente um processo movido pelo Partido Social Democrata Cristão-PSDC, através do vereador Cirilo Araújo Damasceno contra o prefeito de Cansanção, Ranulfo Gomes.

Na Ação de Impugnação de Mandato Eletivo, que já havia sido julgada e indeferida em instância inferior, o vereador Cirilo pedia a cassação do prefeito Ranulfo da Silva Gomes e do vice-prefeito Paulo Henrique Passos Andrade, alegando que dois meses antes das eleições municipais de 2012, o funcionário público Alisson Pereira dos Santos Bacelar procurou a Câmara de Vereadores para formalizar uma denúncia de compra de voto. Na denúncia Alisson teria alegado que o prefeito havia lhe oferecido um cargo no Município cuja remuneração seria de um salário mínimo e que chegou a receber dois meses de trabalho em troca do seu voto. O parlamentar também mencionou na denúncia a realização de “supostos” contratos irregulares envolvendo parentes do prefeito Ranulfo destacando que a conduta do gestor implicaria em abuso de poder econômico e político.

Após mais um insucesso, desta vez em Salvador, o vereador ainda não informou se vai recorrer da decisão em Brasília.