Cansanção: Partidos dão início a processo de expulsão dos vereadores Diodato e Fabrício

    A decisão dos vereadores Diodato Gois (PSD) e Fabrício do Samuel (PSL) de votarem contra o candidato de seus partidos na eleição para presidente da Câmara de Vereadores de Cansanção, poderá ocasionar a perda dos mandatos dos dois vereadores por infidelidade partidária.

    Segundo o presidente do PSL, vereador Agnaldo Alcântara, após reunião na tarde desta segunda-feira (31), o PSL decidiu que caso a infidelidade do vereador Fabrício do Samuel seja consolidada na eleição desta terça-feira (01), já na quarta-feira (02) a direção do partido tomará as devidas providências no sentido de efetuar o pedido do mandato do vereador infiel.

    O Caso do vereador Diodato Gois (PSD) é ainda mais delicado, pois a direção do PSD decidiu por unanimidade lançar Rodrigo Gomes, colega de partido de Diodato como candidato a presidência da Câmara, porém o vereador contrariou a decisão do partido e lançou o seu próprio nome com o apoio dos principais opositores do PSD. Comenta-se nos bastidores que a perda do mandato do vereador Diodato por infidelidade partidária é dada como certa.

    Caso os vereadores Diodato Gois e Fabrício do Samuel percam seus mandatos por infidelidade partidária, os vereadores Adelândio e Cris do Rubem ocuparão suas vagas na Câmara.

    ....

    COMPARTILHAR