Cantora sertaneja que desapareceu é encontrada dias depois vagando e desorientada

A cantora de sertanejo e forró capixaba, Renata Ribeiro Cardoso, de 30 anos, foi encontrada na manhã desta segunda-feira (11), em Matipó, na Zona da Mata. Ela estava desaparecida desde o último sábado (9), quando saiu do estado capixaba em direção a Itanhomi, cidade do Rio Doce, onde faria um show. A sertaneja foi encontrada desorientada por pessoas que a levaram para um hospital da cidade.

cantora
Foto reprodução

Irmão da vítima, o ator Ritieli Ricardi, 32, disse que o noivo de Renata a acompanhou a rodoviária, no último sábado, até que ela embarcasse em um ônibus de viagem. A cantora prosseguiu o caminho e estava em contato com a família até às 15h, quando desceu em Manhuaçu para fazer uma parada. “Mas ela não saiu mais de Manhuaçu. Tentávamos falar com ela, mas não conseguíamos. Daí, meu pai e o noivo dela foram até a cidade para tentar localizá-la”, afirma.

Artista foi dopada com remédio

Ainda segundo Ritieli, a irmã foi encontrada nesta manhã, mas ele não sabe se na rodoviária ou em uma estrada de Matipó. Familiares estão no hospital onde ela está internada. Lá, ela contou que alguém lhe deu um remédio para tomar no ônibus para que ficasse calma. Desde então, ela não se lembra de mais nada. “Ela foi encontrada desorientada, com pouca consciência, ainda não sabemos o que pode ter acontecido. Uma enfermeira a reconheceu, entrou em contato com a PM de Minas, que nos avisou onde ela estava”, comenta o irmão.

Segundo ele, Renata ainda não tem previsão de alta. “Graças a Deus, ela está bem, mas queremos descobrir onde ela estava nesses quase dois dias de desaparecimento”, diz. Ainda de acordo com o irmão, os documentos e o celular da irmã estavam com ela. “Assim, ao tudo indica, ela não foi roubada”, fala. Renata é mãe de dois filhos e canta sertanejo e forró, além de outros estilos musicais.

....