Caso Vitória Gabrielly segue indefinido, SSP oferece R$ 50 mil por informações; saiba detalhes

A SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo) está oferecendo recompensa de até R$ 50 mil por informações que ajudem as autoridades a identificar o suspeito pela morte da menina Vitória.

Vitória Gabrielly, 12 anos, desapareceu no dia 8 de junho. O corpo da menina foi encontrado no dia 16 em Araçariguama, interior de São Paulo.

O valor pela informação é o maior permitido pelo programa de recompensas.

A denúncia pode ser feita pessoalmente, pelo telefone via disque denúncia ou acessando o Web Denúncia. As autoridades garantem o sigilo dos dados do denunciante em todos os casos.

Foto reprodução

Investigações do corpo de Vitória

Segundo a polícia, o corpo da menina teria sido arrastado por cerca de 8 a 10 metros, distância percorrida entre a estrada e a trilha onde ela foi encontrada. Vitória também tinha uma meia na boca, o que pode indicar morte por asfixia.

O material retirado do corpo dela, como a raspagem da unha, foi enviado para o IML SP (Instituto Médico Legal) para que a análise possa dizer se há DNA de outra pessoa no corpo da vítima.

A menina Vitória saiu na tarde do dia 8 de junho para patinar próximo da casa onde morava, no bairro de Vila Nova, mas não voltou.

Segundo a família da menina, Vitória saiu de casa para ir a um ginásio de esportes brincar com uma amiga da escola. No trajeto, no entanto, a outra criança teria desistido de acompanhá-la.

Após andar cerca de 700 metros a pé, Vitória colocou o patins para continuar a caminhada ao ginásio. Imagens de câmera de segurança captaram o momento que a Vitória parou na esquina da escola onde ela estuda que está no caminho do ginásio.

De acordo com testemunhas, quando a menina chegou no ginásio, foi abordada por um homem que estava em um carro preto.

Outras crianças que estavam no local dizem que viram a menina conversando com o suspeito, mas como precisavam entrar para ter uma aula, não viram se a menina entrou no carro.

A polícia chegou a periciar o carro de um suspeito. No entanto, não houve indícios de que Vitória tenha entrado no veículo.

A Justiça de São Paulo decretou a prisão temporária de um suspeito de participar do possível sequestro. O delegado Acássio Leite, titular da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Sorocaba, informou que as investigações seguiriam em segredo.

....

COMPARTILHAR