Cientistas descobrem espécie rara de grama que tem gosto de salgadinho

Gramíneas são as plantas símbolo da região chamada de “outback australiano”. Pelo menos 30% de toda a árida região são dominados por elas— 64 das espécies já eram conhecidas, mas um grupo de cientistas da Universidade da Austrália Ocidental resolveu aprofundar as buscas. Comandados pelo biólogo Benjamin M. Anderson, eles adentraram o interior do país para refazer a taxonomia dessas plantas.

Foto reprodução

A incursão deu certo. Depois de muito trabalho, catalogaram oito novas espécies, algumas muito raras. “Nós descobrimos diversas espécies escondidas em bolsões em cantos que ninguém nunca olhou antes”, afirma o pesquisador Matthew D. Barrett, que participou do estudo, em entrevista à rede local ABC. “Nós gastamos bastante tempo fazendo um  detalhado trabalho genético para provar que existem diferenças entre as diferentes espécies”.

Mas foi em uma noite, quando manuseavam espécies encontradas próximas à cidade de Perth, que fizeram a descoberta mais curiosa. “Alguém lambeu a mão e sentiu o sabor”, conta Barrett. Era gosto de salgadinho sabor sal e vinagre. “É quase imperceptível quando a primeira vista, mas quando se olha de perto há gotículas em seu tronco”.

ARBUSTO ENCONTRADO NA AUSTRÁLIA (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Não é raro que gramíneas, que incluem o capim, milho, e o bambu, secretem proteínas ou açúcares por meio dos minúsculos pêlos que cobrem suas folhas, mas somente o espécie batizada de Triodia scintillans tem gosto de salgadinho. Mas, diante de tanta variedade de espécies na região, Barrett deixa um alerta. “Eu não recomendaria alguém sair por aí comendo capim”.

....

COMPARTILHAR