Colisão frontal na BA 409 trecho Coité/Serrinha mata um e fere seis

    vitima-fatalMais uma tragédia anunciada aconteceu no início da noite desta segunda-feira, 03,  na BA 409 trecho Coité – Serrinha, quando um veículo Parati de placa LAK 1940  licença de Conceição do Coité, colidiu de frente com o Corsa Classic  de placa NZC 3588/Salvador que viajava no sentido oposto, ou seja sentido Serrinha.

    Na tragédia morreu ao dar entrada no Hospital Regional de Conceição do Coité Agnelson Lima dos Santos,37 anos, condutor da Parati e deixou feridas gravemente a sua esposa Maria Eliana Mota dos Santos,37, a filha Tiele Mota dos Santos, 18 anos e outro filho do casal Sandeyvid Mota dos Santos,6 anos. Também ocupando a Parati estava Gesiane Lima Pereira, esta não teve a idade revelada.

    Os ocupantes do Corsa foram identificados por Jamerson Lima da Silva,25 anos e o carona Mateus Cordeiro da Silva,16. O acidente aconteceu por volta das 18h no km 30 da rodovia e um jumento teria sido o causador. Um popular falou ao CN que um caminhão teria atropelado o animal e logo atrás vinha o corsa que acabou passando por cima do mesmo, quando perdeu o controle e foi para a contra mão atingindo em cheio a Parati.

    acidente-na-ba-409-segunda-1Um grande movimento se formou na rodovia e muitos voluntários ajudaram no resgate das vítimas que foram socorridas em três ambulâncias. O secretário de Comunicação e Relações Institucionais de Conceição do Coité, Valdemí de Assis esteve no local e ao perceber a gravidade do acidente retornou a cidade no sentido de mobilizar a maior quantidade possível de médicos. O prefeito Assis e o secretário e vice Alex Lopes entraram em contato com os médicos da cidade  para aguardarem a chegada das vítimas no Hospital Regional e também solicitou apoiou de cidades vizinhas que enviaram ambulâncias para transferir, no total de cinco, pois apenas duas vítimas não foram transferidas, a que veio a óbito motorista do Parati e Mateus, que estava no carona do Corsa e teve ferimentos leves, inclusive pelo cinto de segurança que deixou uma grande marca no seu corpo.

    O garoto foi atendido na Climecc e transferido com suspeita de fratura no fêmur, segundo informações o caso que mas deixou a equipe médica preocupada foi da esposa de Agnelson o segundo da família  que morre de forma trágica, a cerca de três anos morreu um irmão no mesmo trecho, atropelado por uma Van.

    A grande revolta das pessoas é que esse tipo de acidente acontece constantemente nas rodovias e estradas vicinais e nunca se toma providencias no sentido de punir os proprietários que nunca aparece quando acontece um acidente.

    As Informações e fotos são do Calila Notícias