Com quase 2 mil entregas, BA lidera ranking do desarmamento no Brasil

    campanha_desarmamento_aeA Bahia é o estado líder em entrega de armas na Campanha Nacional do Desarmamento, até abril deste ano. Segundo as informações do Ministério da Justiça (MJ), na semana passada, o aumento foi de 453%, número equivalente a 94 armas entregues em sete dias. Para quem entrega as armas, é oferecida uma indenização que pode chegar a R$ 450. A campanha é realizada desde 2004.

    O estado é líder no ranking com 1,918 mil armas entregues voluntariamente de janeiro a abril, segundo o Ministério. No país, 10 mil armas foram entregues no período. De acordo com o Ministério da Justiça, a campanha nacional tem por objetivo mobilizar a população sobre os riscos das armas de fogo em casa, e o cidadão que faz a entrega não corre risco de sofrer penalidades, mesmo que a arma seja irregular ou sem procedência.

    Na Bahia, há mais de 75 pontos de coleta das armas. As cidades e endereços podem ser conferidos no site do MJ. Antes de levar o armamento, é recomendada a retirada de uma guia de trânsito para transportar o armamento. Para conseguir o documento, é necessário acessar o site da Polícia Federal. Por segurança, o Ministério orienta que a arma e as munições sejam levadas em embalagens separadas.

    Indenização
    No momento da entrega do armamento, o cidadão recebe uma senha com um protocolo que lhe dá direito ao saque da indenização pelo armamento. Os valores são de R$ 150, R$ 300 e R$ 450, conforme o tipo da arma. Em caso de problemas no recebimento, é possível preencher um formulário online solicitando a indenização. As informações são do G1.