“Comedoras de ração” Time baiano sofre discriminação em São Paulo

fgO time feminina do São Francisco do Conde, eliminado da Copa do Brasil pelo Ferroviário de São Paulo depois de sofrer uma goleada por 5 a 0 na segunda partida do mata-mata da competição, alegou ter sofrido discriminação por parte dos torcedores presentes no estádio municipal de Araraquara.

Os torcedores humilharam e xingaram as jogadoras do clube baiano. Segundo o técnico e coordenador do São Francisco, Mário Augusto, e a lateral Norma, eles dispararam várias palavras racistas contra as moças, algumas são tão pesadas que nem poderemos citar, as suaves foram: “comedoras de ração”,  “nordestino tem que sumir do mapa” e “nordestino é a vergonha do país”.