Comerciante que matou 2 bandidos durante assalto a mercadinho é tratado como herói

Nos últimos dias as imagens das Câmeras de segurança que registraram o momento em que dois ladrões foram mortos enquanto assaltavam um supermercado em Caldas Novas, na região sul de Goiás chamaram a atenção do país. As imagens do incidente que ocorreu na semana passada mostram o comerciante atirando nos assaltantes no momento em que um cliente do estabelecimento é abordado.

O crime ocorreu no Setor Bela Vista, em Caldas Novas. O comerciante estava no caixa, recebendo o pagamento de um cliente, quando notou a presença de um jovem armado, vestido de camisa verde, abordando um homem que aguardava para passar as compras. Imediatamente o dono do local sacou uma arma e atirou no ladrão. (Clique Aqui para ver o vídeo)

O criminoso correu para o lado de fora, onde o outro comparsa começa a atirar contra o comerciante, que revida e também o atinge. De acordo com a Polícia Civil, Mikael da Silva Alves, de 18 anos, e Igor Teodoro Gomes de Carvalho, de 19, morreram na rua do estabelecimento.

Comerciante
Foto reprodução/Youtube

O delegado Wllisses Valentim Menezes, responsável pelo caso, afirmou que um cliente foi baleado no braço pelos assaltantes, mas foi submetido a uma cirurgia na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade e passa bem.

mortos supermercado
Assaltantes mortos na ação/Foto reprodução

“Os dois chegaram para assaltar, e tinha um cliente fazendo compra. Um dos bandidos rendeu o cliente, colocando a arma na cabeça dele. Neste momento, o comerciante, que possuía arma de fogo, em virtude de já ter sido vitima de assalto outras vezes, atirou contra os criminosos, que morreram no local”, contou o delegado.

Legítima defesa

Conforme relatou o delegado, o dono do supermercado compareceu à delegacia, acompanhado de seu advogado. Ele levou a arma utilizada, foi ouvido e liberado, já que a atitude é configurada como legítima defesa.

Tratado como herói

Na cidade de Caldas Novas o comerciante é tratado como herói por populares, até o comandante da Polícia Militar se rendeu ao ato de bravura:

“São dois jovens conhecidos tanto da PM quanto da Polícia Civil […] e também das vítimas. Esse cidadão (o comerciante) está de parabéns. O Brasil tem que parar de tolir o direito do cidadão de se defender. Em uma situação como essa, se ele não estivesse armado, os bandidos o matariam, com certeza” disse o tenente-coronel.

“Foi anunciado o assalto e o cidadão (já cansado por sofrer outros crimes iguais) reagiu, no seu direito de defesa, parabéns ao cidadão. Eu acho que todo cidadão de bem tem o direito de ter armas, tem o direito de se defender” destacou.